Feng Shui: Energia positiva em casa precisa-se! | Brickwall

Feng Shui: Energia positiva em casa precisa-se!

Há quem lhe chame ciência, há quem diz tratar-se de arte, há simplesmente quem lhe chame superstição. A linha de pensamento do Feng Shui aplicada à arquitectura e à decoração defende atrair boas energias e disso, sem dúvida, todos precisamos.

A base é a existência de uma energia vital positiva,  o Chi, que se desloca pelos espaços e, quando flui livremente, as pessoas experimentem sensações agradáveis.

Superstição ou não, deixamos-lhe algumas dicas para aplicar em sua casa:

– as cores, escolha deve ser rigorosa: na sala, cores como vermelho ou laranja promovem a diálogo; nos quartos, o azul ou o verde potenciam o relaxamento e um sono reparador, enquanto o cor-se-rosa estimula o romance e a paixão; na cozinha, o amarelo estimula o apetite e fornece energia logo ao pequeno-almoço;

– os materiais eleitos devem ser mais naturais possíveis: madeira, pedra ou metal, evitando o plástico;

– a entrada da casa é também por onde a energia Chi entra para percorrer o espaço interior, por isso não deve estar diante de uma outra porta ou janela de saída, para evitar que a mesma volte a sair de imediato;

– a porta deve abrir-se por completo ou, pelo menos, a 90º;

– não coloque espelhos em frete à porta: vai refletir a energia positiva e evitar que entre;

– nos quartos, a cama é a peça mais importante: orientada a sul, estimula os sonhos; orientada a norte, melhora a saúde e energia; orientada a este, aumenta o dinamismo; orientada a oeste, reduz o stress;

– a cabeceira da cama não deve estar encostada à parede que comunica com a casa de banho, nem debaixo de uma janela, sendo que também não deve dormir com os pés apontando directamente para a porta;

– ainda no quarto, local onde repomos energias, evite elementos perturbadores como computadores, televisão ou espelhos: absorvem a energia e são obstáculos à tranquilidade;

– na sala, o sofá é o elemento principal já que remete para o diálogo e para o convívio, também potenciados pelos tons já antes referidos;

– na casa de banho, recomenda-se o uso de plantas, naturais ou artificiais, ou até aplicar decoração alusiva ao tema;

– de forma geral, portas e mobiliário devem ser colocados de modo a permitir a circulação do fluxo energético por todo o espaço;

– no jardim, sempre cuidado, evite a folhas secas pois contribuem para uma sensação de desordem.

E em sua casa, cumpre alguma destas regras?

Outras notícias