Pagamento da última prestação de IMI até ao final de novembro

Pagamento IMI

Tem até ao final do mês de novembro para saldara última prestação do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para os proprietários cuja fatura supera os 100 euros e que tenham optado por pagar em tranches.

Ao contrário do que se verificou com outras obrigações fiscais durante esta pandemia que vivemos, não existiram alterações no calendário habitual do pagamento deste imposto, que arrancou em maio, com o pagamento da primeira parcela ou com o pagamento da totalidade do IMI quando o montante é inferior a 100 euros, ou nos casos em que se entrega ao Estado o valor todo de início, sem recorrer à possibilidade de o parcelar ao longo do ano.

Nos valores entre 100 e 500 euros, o pagamento do imposto pode ser dividido em duas e a segunda metade deve ser paga em novembro. A maioria dos contribuintes com património imobiliário integra este grupo, para os quais foram enviadas mais de 2,3 milhões de documentos de cobrança. As restantes 670.580 notificações respeitam a um imposto com valor superior a 500 euros, que pode ser dividido em três prestações, com a segunda parcela a ser paga até final de agosto e a terceira passados três meses. Quem tem um imposto mais elevado pode demorar sete meses para saldar a dívida com o Fisco.

A última prestação de IMI dever ser paga até dia 30 de novembro por todos os contribuintes que tenham optado por fazê-lo de forma faseada.

Se não pagar o IMI, ou se o fizer com atraso, ficará sujeito a penalizações. Ao valor do imposto em falta acrescem ainda juros de mora e encargos fiscais, o que quer dizer que quanto maior o atraso no pagamento, maior a penalização.

Outras notícias